domingo, 18 de maio de 2014

Guitarra "Edson Cipó" By Gonsalves Luthier

Está chegando a nova Guitarra "Edson Cipó" By Gonsalves Luthier foto de Vinicius Gusman

No começo era um sonho, depois virou um projeto .... foram meses de rascunhos, esboços, conversas, planejamento e umas cervejas, ... numa parceira com “Gonsalves Luthier”e sua equipe, nasceu a nova guitarra “Edson Cipó”, com o selo “Lumberjack”. Cor : verde ou azul (depende a luz) Corpo : cedro rosa Braço : cedro rosa Capitadores : rickenberker, rebobinados com malha canadense Ferragem : shaller (alemanha) Escala : ébano Trastes : 23 oitavado jumbo Knob : knchss green Arte escudo :Rafael Barros Fotos guitarra : Vinicius Gusman


quinta-feira, 6 de junho de 2013

_ c eh o q c come ... ( por edson cipo )



                                     
Tudo o que os nossos sentidos capturam, é alimento para o nosso “EU”, daí a importância na escolha dos “nutrientes” que é à base da vida.
Pessoas normais têm cinco sentidos, algumas têm o sexto que pode ser a percepção extra-sensorial, outras descrevem o sétimo sentido como o talento artístico, ou a vocação individual, nos mundos evoluídos, os seres possuem sentidos que os humanos nem sonham existir.
A vida humana acontece em ciclos ou fases, após o período de gestação e nascimento, passamos pela infância, adolescência e chegamos  à fase adulta por volta dos vinte e quatro anos de idade.
Em seguida,  inicia-se o processo de envelhecimento, que é irreversível e progressivo, e a cada período de aproximadamente sete anos, trocamos todas nossas células, e a cada troca nos tornamos mais velhos, com o aparecimento das rugas e os cabelos brancos, como o exemplo de fazer fotocópias de fotocópias, que a cada processo, a imagem vai deteriorando-se, até ficar irreconhecível, como os órgãos do corpo humano, que num momento falece.
Quanto ao alimento orgânico e inorgânico que utilizamos para nutrição, que tem a função de produzir energia, força, vitalidade e reproduzir nossas células, é o combustível, a matéria prima responsável pelo envelhecimento sadio ou precoce.

(1) você é o que você come.














DEFINIÇÃO:  f de forte, fermata de infinito, acento pra marcar, tudo ligado e meio tom acima ...

sexta-feira, 6 de julho de 2012

quinta-feira, 10 de maio de 2012

_C EH O Q C COME


NOVO DISCO: “_c eh o q c come” – Edson Cipó & Banda gravado ao vivo Centro Cultural - SP   

Show gravado no Centro Cultural-SP , mixado e masterizado no Estúdio Spectrum. São 7 músicas, Coração de Paulista / Índio - (Fibra de Herói) / Pra fazer Jazz / Tira /  Obrigado, Jimi Hendrix  / Chegar Lá   e Raio X  . 


A banda ...
Edson Cipó: Letras, músicas, voz,  guitarra, mixagem e capa 
Alex Dias: Baixo e vocal
Jorge Marciano: Percussão
Paulo Mariz: Bateria
Eduardo Mariz: Guitarra
Vini Morales: Teclado
Calu Baroncelli: Vocal (overdub)


http://www.youtube.com/watch?v=Q8uqdmGqqEk              

             

sábado, 5 de maio de 2012

Índio - Fibra de Herói


Índio - (fibra de herói) música do álbum " _ c eh o q c come " de Edson Cipó & banda ao vivo - Centro Cultural - SP (2012)

Show ao vivo no centro cultural - SP do álbum " _ c eh o q c come" Edson Cipó & Banda




Há, ha, ha ...


Ouviram do Ipiranga, um grito de horror
Que vai na ponte aérea do televisor
São Paulo, Rio, Brasília, até Salvador
Podes da pátria tiros como ditador


Índio quer pipoca não
Índio quer popica ...


Deitado eternamente em berço de humor
Pagamos com miséria ao nosso credor
Também os 10 % do negociador
Dos filhos deste solo, és inquisidor


Índio quer pipoca não
Índio quer popica ...


E o sol da liberdade, seja como for
Procura na potência do amplificador
Ou através das luzes de um refletor
Paz no futuro e a gloria do espectador


Índio quer pipoca não
Índio quer popica


"Cata pulga na cueca
Já vi vou cata
Cata pulga na cueca
Já vi vou cata ...
Agora não, agora não
Já vi vou cata
Agora não, agora não
Já vi vou cata" (1)


"Não me queixo, eu não soube te amar" (2)




(1) Melodia do trecho da música Pata Pata de Miriam Makeba, letra, versão de autor desconhecido. 


(2) Caetano Veloso

terça-feira, 24 de abril de 2012